sexta-feira, 2 de junho de 2017

Conselho Estadual de Educação

No último dia 31 de maio, o professor Simão Pedro P. Marinho assumiu a Presidência da Câmara de Ensino Superior do Conselho Estadual de Educação.


Palestra em evento da UMESP

No último dia 30 de junho, o professor Simão Pedro P. Marinho, fez a palestra de abertura da  XVII Mostra de Produção Acadêmica do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Metodista de São Paulo.

Impossibilitado de estar em São Paulo, o professor participou por videoconferência.

As tecnologias digitais de informação e comunicação, a base nacional comum curricular e o desafio da formação do professor na contemporaneidade constituíram o tema da palestra.

sábado, 20 de maio de 2017

Homenagem: 50 anos de magistério

No último dia 19 de maio, o professor Simão Pedro P. Marinho foi homenageado pelos 50 anos de magistério que completa em 2017.

A homenagem, feita por colegas, orientandos e ex-orientandos, foi realizada na sessão de encerramento do X Simpósio Nacional de Pesquisa em Educação e do X Simpósio de Pedagogia, em promoção conjunta do Programa de Pós-graduação em Educação da PUC Minas, do curso de graduação em Pedagogia e do Departamento de Educação.

sábado, 29 de abril de 2017

Conferência na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões

No último dia 18 de abril, o professor Simão Pedro P. Marinho fez a conferência de abertura do evento "Novos Olhares", promovido pelos cursos de Graduação em Letras e Mestrado em Letras da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, URI, no campus de Frederico Westphalen, no Rio Grande do Sul.

O tema da 10ª edição do evento foi "Leitur@, ensino e mundo digit@l".

Na conferência, o professor Simão Pedro discorreu sobre as tecnologias móveis e mídias sociais na formação de professores.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Defesa de tese: Paula Andréa de Oliveira e Silva Rezende

Paula Andréa  de Oliveira e Silva Rezende, professora do Curso de Ciências Contábeis da PUC Minas, defendeu sua tese  de Doutorado no Programa de Pós-graduação em Educação da PUC Minas intitulada "Discursos e práticas que embaçam/embasam o Taylorismo nos Cursos de Pedagogia a Distância na Universidade Aberta do Brasil".


A tese, que teve a orientação do professor Simão Pedro P. Marinho, foi aprovada à unanimidade. 




domingo, 2 de abril de 2017

Posse no Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais

No último dia 29 de março, na Secretaria de Estado de Educação, na Cidade Administrativa, na presença da Senhora Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais, professora Macaé Maria Evaristo dos Santos, e da Senhora Presidente do Conselho, professora Rosane Marques Crespo Costa, o professor Simão Pedro P. Marinho tomou posse como membro da Câmara de Educação Superior do Conselho Estadual  de Educação de Minas Gerais, para o qual foi nomeado pelo Senhor Governador do Estado de Minas Gerais, Fernando Damata Pimentel.


Na foto, o professor Simão Pedro P. Marinho e o professor Márcio Rosa Portes, Subsecretário de Ensino Superior da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência , Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, ladeando a professora Macaé Evaristo, Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais.

sábado, 4 de março de 2017

Defesa de dissertação: Ricardo Nicolau

No último dia 22 de fevereiro, o mestrando Ricardo Marques Nicolau apresentou, à comissão examinadora composta, além do orientador, Prof. Simão Pedro P. Marinho, pelos professores Dra. Inajara de Salles Viana Neves, da UFOP, e Dr José Wilson da Costa, da PUC Minas, sua dissertação que tem o título "Usos particular e educativo das tecnologias digitais de informação e comunicação pelo professor da Educação Básica na Era Digital:um estudo com base no modelo SAMR".

A dissertação foi aprovada à unanimidade.


Resumo da dissertação

A disseminação e intensificação do uso de tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC) no contexto da vida particular das pessoas, e em particular dos professores, configuram um novo cenário em relação à inclusão das TDIC na educação: o professor, que até os anos 2000 se sentia principiante diante do desafio de usar esse tipo de tecnologia na sala de aula, agora faz uso frequente delas em sua vida particular. Todavia, não conseguiu o mesmo avanço em termos do uso educativo delas. Utilizando como referencial teórico Piaget, Vygotsky, Coll, Monereo, Mercado, Silva e Neves, este trabalho investiga razões para eventuais discrepâncias nos usos das TDIC nos contextos particular e educacional de um grupo de professores do Ensino Fundamental I e II e Médio de três redes escolares do ensino privado do Estado de Minas Gerais. Adotou-se um delineamento quali-quantitativo, sendo empregados como instrumentos de coleta de dados o questionário online e entrevistas semiestruturadas. Os dados foram analisados através de recursos estatísticos (Software SPSS e Microsoft Excel), análise textual (Software Iramuteq) e análise de conteúdo. Para a caracterização de perfis de uso particular e educativo das TDIC, o modelo SAMR foi utilizado como referencial. Os resultados revelam que o perfil de uso particular das TDIC pelos professores apresenta maior diversidade e complexidade de usos que o perfil de usos educativos. As principais barreiras para a inclusão curricular das TDIC identificadas nesta pesquisa foram: a força da tradição na cultura escolar, e em específico, nas práticas pedagógicas; a restrição de uso de tecnologias móveis na sala de aula, que poderiam ser uma solução para os problemas de uso dos laboratórios de informática, como também para os altos investimentos que dificultam a aquisição e manutenção de computadores para uso dos alunos na sala de aula; a apropriação de TDIC pela escola para usos administrativos com consequente intensificação do trabalho docente, desestimulando o seu uso pedagógico; e a ausência de formação inicial e continuada do professor que lhe faculte tempo/espaço para se apropriar de bases teóricas mais robustas que o preparem, não apenas para o uso operacional das TDIC, mas para o uso pedagógico delas.

Palavras-chave:. Usos de TDIC. Modelo SAMR. Pedagogia da Autoria. Educação Básica